29 junho 2011

Alcoolismo - Cerveja alimenta ?


Cerveja alimenta?

Mito
Talvez esse mito tenha surgido no Antigo Egito, quando os trabalhadores que construíam as pirâmides de Gizé ganhavam, por dia, 5 litros de “pão líquido”, conhecido por nós como cerveja. Os trabalhadores achavam que o tal pão líquido lhes ajudava a suportar a jornada puxada de trabalho e o grande esforço físico, mas na verdade era que suas propriedades embriagantes ajudavam a contentar os trabalhadores. Ou então algum grande bebedor de cerveja achou uma boa desculpa para exagerar na dose, falando que estava se alimentando. Mas o fato é que nem a cerveja, nem nenhum outro tipo de bebida alcoólica alimenta, dá forças, abre o apetite ou facilita a digestão. Quando ingerida em grandes quantidades, ela dá a sensação de saciedade, mas, principalmente no caso de excessos, passa a ser algo prejudicial à saúde. O Departamento de Nutrição da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) realizou diversas experiências e pesquisas que indicam que o consumo de álcool, especialmente na fase da adolescência, leva à redução da ingestão de alimentos e faz mal ao desenvolvimento nutricional. Por se tratar de uma substância tóxica, o álcool ataca os órgãos do trato gastrointestinal (principalmente fígado e estômago), o que acaba afetando a nutrição. Além disso, o etanol também afeta a metabolização dos nutrientes pelo organismo. Portanto, a cerveja não só não alimenta como ainda afeta negativamente o apetite e prejudica a digestão e nutrição.



Nenhum comentário:

Postar um comentário